Home»Europa»História nórdica no Vikingskipshuset, o Museu do Barco Viking

História nórdica no Vikingskipshuset, o Museu do Barco Viking

0
Shares
Pinterest Google+

Muita gente já deve ter ouvido por ai histórias a respeito dos Vikings (Viquingues em português), seja nos livros de história ou na cultura pop com o seriado “Vikings”. O fato é que esse povo que dominava o norte da Europa e a Escandinávia deixaram um rastro de história muito grande, uma delas é o Vikingskipshuset ou Museu do Barco Viking em Oslo na Noruega.

Quem eram os Vikings?

Basicamente podemos dizer que os Vikings eram uma espécie de Piratas do norte, exploradores e guerreiros escandinavos que invadiam outros territórios da Europa para realizar saques entre os séculos IX e XI. Alguns dizem que a palavra “Viking” significaria “Piratas”, entretanto outros dizem que a expressão vem do norueguês “Vik” que significa “Baía”.

museu-do-barco-viking-23

Era um povo violento, mas não eram os mais sanguinários da época. Eles eram pagãos, ou seja, não se intimidavam com igrejas ou monastérios como outros grupos da época na Europa, o que os tornavam um pouco mais ousados para época. Os barcos construídos por eles eram muito bons, com tecnologias bem avançadas, entretanto o conhecimento de navegação era muito ruim, o que fez com que muitas de suas descobertas fossem acidentais e não propositais.

No século 11 a população de Vikings diminuiu drasticamente, acabando assim com os clãs que recrutavam os jovens guerreiros para as viagens. O rei Olaf II Haraldsson foi ao trono em 1015 e foi o último chefe Viking a subir ao poder.

Visitando o Museu do Barco Viking em Oslo

Muitos resquícios Vikings ficaram pelos países nórdicos, e o principal deles é a Noruega. A história viking é tão importante no país que decidiram criar um museu inteirinho para que as pessoas possam entender melhor sobre esse povo e suas embarcações. O Vikingskipshuset (norueguês) ou Museu do Barco Viking teve seu inicio em 1926 onde teve a primeira parte construída para abrigar o Barco de Oseberg. Em 1932 as outras salas para abrigar os outros barcos já estavam prontas, porém o museu foi concluído mesmo apenas em 1957 devido a atrasos causados pela 2ª Guerra Mundial.

O museu possuí 3 grandes barcos, são eles:

O Barco de Oseberg
Esse fica localizado bem na entrada, gigante e todo entalhado com desenhos de monstros, dragões e uma cabeça de cobra. Ele foi descoberto em uma grande cova em 1904 em uma fazenda na cidade de Slagen na Noruega junto com muitos artefatos da época. Algumas pessoas dizem que o barco era usado também para cerimônias como casamentos, devido a sua beleza e pequenos detalhes.

 

O Barco de Gokstad
Esse é um outro barco que também está bem conservado e que se parece com o primeiro. Nele também é possível ver todos os pequenos e interessantes detalhes entalhados. O barco foi encontrado em 1879 na cidade de Sandefjord por acidente, quando 2 filhos de fazendeiros da região decidiram escavar o chão para ver se encontravam algo.

O Barco de Tune
Esse que por sua vez é o menos conservado. Dentre todos ele foi o primeiro a ser descoberto em 1867 na fazenda de Nedre Haugen na Ilha de Rolvsøy. Ele foi encontrado em uma cratera de 80 metros de diâmetro e 4 de profundidade e foi bem danificado durante a sua escavação.

Os barcos são datados do século IX e foram encontrados entre os anos de 1867 e 1903, seus nomes são baseados nos locais em que foram encontrados. Eles estão bem conservados devido a maneira como qual foram abandonados pelos seus donos que os envolveram em argila para que a madeira fosse preservada junto com os corpos de seus líderes. Além dos barcos o museu ainda conta com diversos artefatos da Era Viking. Apesar da restauração o museu afirma que 90% é material original da época.

Quanto custa visitar o Museu do Barco Viking?

O museu é de graça apenas para pessoas abaixo dos 18 anos ou estudantes da Universidade de Oslo, fora isso é necessário pagar uma taxa. O valor normal do ingresso a partir de 2017 será de kr$100,00 adulto e kr$80,00 para estudantes com carteirinha. Os ingressos podem ser comprados direto no local. Caso você visite o Museu de História Natural de Oslo saiba que o ingresso dele também te dá acesso ao Museu do Barco Viking.

museu-do-barco-viking-2

Como chegar ao Museu do Barco Viking?

O museu fica em Bygdøy, cerca de 5km do centro de Oslo e existem 2 meios de transporte até lá, são eles o ônibus e o barco, isso mesmo, em Oslo dá pra pegar barco como se fosse ônibus, tem até os pontos com tabela de horário. Para ir de ônibus basta pegar a linha 30 Bygdøy que passa no centro da cidade e passa pelo museu onde há um ponto de ônibus bem na frente. De abril a outubro, é possível pegar a balsa no píer da prefeitura.

Ele abre todos os dias do ano, de 1 de Maio a 30 de Setembro das 9h até às 6h e de 1 d eOutubro até 30 de abril das 10h às 16h exceto nos dias 24, 25, 26 e 31 de Dezembro e 1 de Janeiro. O Museu dos Barcos Viking não é um dos maiores que já fui, mas é bem interessante conhecê-lo e vivenciar um pouquinho dessa cultura nórdica. Recomendo.

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

A conhecida e desconhecida Salisbury na Inglaterra

Próximo post

2 anos longe de casa: Fatos sobre morar em Dublin

1 Comment

  1. […] Leia também: História nórdica no Vikingskipshuset, o museu do barco viking […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *