Home»América do Sul»Brasil»Entendendo Brasília e seus endereços

Entendendo Brasília e seus endereços

0
Shares
Pinterest Google+

Se você cair de paraquedas aqui em Brasília (além de perceber que a cidade tem sim forma de avião) vai ficar perdido perdido. Pra quem não conhece é muito difícil se localizar aqui. Mas calma, vou tentar te explicar, porque até eu que nasci aqui me confundo as vezes. Vamos entender o Plano Piloto.

Os Eixos de Brasília

Lúcio Costa criou um projeto onde 2 eixos se cruzam formando o que para ele seria uma cruz (para nós um avião) e para fácil entendimento temos que pensar que são como pontos cardeais, Norte, Sul, Leste e Oeste. Os 2 eixos são o Rodoviário e Monumental.

Eixão ou Eixo Rodoviário mede cerca de 15km, ele é a avenida que passa pelas “Asas do Avião” de norte a sul, separando a parte leste da parte oeste que por sua vez possuem 3 eixos L (leste) e 3 eixos W (oeste). Assim como o Eixão eles vão de norte a sul. O Eixo L possui L2, L3 e L4 e o Eixo W possui W3, W4 e W5. Os L são regiões com apartamentos, colégios e faculdades, enquanto os W são comerciais, residenciais de casas, colégios, faculdades e prédios corporativos. Já o Eixo Monumental tem cerca de 12km e seria o “Corpo do Avião”. Ele vai de leste ao oeste e é onde se encontram os Ministérios, alguns órgãos públicos da cidade.

As Quadras

As partes sul e norte, conhecidas também como Asa Sul e Asa Norte são divididas em centenas de 100 a 900 e dezenas de 1 a 16, dessa forma temos as quadras 101, 208, 516, 910 e por ai vai. Lembrando que cada Asa tem quadras com números iguais, a diferença é que uma fica na sul e a outra fica na norte. A quadra com a numeração maior (516) começa nas extremidades das Asas Sul e Norte e dai os números seguem em forma decrescente (516, 515, 514, 513…) até o Eixo Monumental.

E também é interessante ressaltar que as centenas (de 100 a 900) são divididas em ímpares e pares. As ímpares (100, 300, 500, 700 e 900) ficam localizadas nos Eixos W, ou seja, na parte Oeste da cidade, já as pares (200, 400, 600, 800) estão localizadas nos Eixos L, ou seja, na parte Leste.

Mapa de Brasília
Foto: Copa do Mundo 2014

Aqui é tudo dividido por setores (e siglas).

Isso mesmo, por setor e separados em norte e sul, logo temos Setor Hoteleiro, Setor de Diversões, Setor de Embaixadas, Setor Hospitalar, Setor Policial e por ai vai. O interessante nisso é que ninguém vai te dizer o setor dessa forma, mas sim por siglas, tipo SEPN que significa Setor de Edifícios Públicos Norte, ou SHCNW que quer dizer Setor de Habitações Coletivas Noroeste. Então não estranhe se estiver escrito SHN, SHCGS, EPDB, QMSW… tudo aqui são por siglas.

Para entender melhor é só analisar a última letra, se for um N é norte, se for um S é sul, se for NW é Noroeste, SW Sudoeste, se não tiver letra indicando ponto cardeal pode ser na região central ou o nome de alguma estrada.

Pra facilitar segue abaixo um dicionário com as siglas de Brasília.

Siglas começadas em A
Siglas começadas em C
Siglas começadas em E
Siglas começadas em M e P
Siglas começadas em Q
Siglas começadas em S

Achando um endereço em Brasília

Achar endereço é uma saga Geralmente as casas ficam nas quadras 700 (SHIN e SHIS) e os apartamentos nas 300, 100, 200 e 400 (SQN ou SQS). Comércio (SCS e SCN) fica localizado geralmente entre as quadras exceto nas 900, 600 e 700 sul. Igrejas, clubes, escolas e faculdades você encontra nas 600 (SGAN e SGAS) e igrejas, clubes, escolas, faculdades e centros empresariais você encontra nas 900 (SEPS e SEPN). Todos divididos em blocos de letras alfabéticas.

Outro lugar residencial é o Lago Norte e Sul, onde segue o esquema das siglas e conjuntos. Eles são divididos em Quadra Lago (QL – quadras que beiram o lago) e Quadra Interna (QI – quadras que não beiram o lago) e cada quadra é separada por conjuntos em forma de números.

Se o endereço for SHIS 705, Bloco C, Nº**, você saberá que é uma casa e que fica na Asa Sul. Se o endereço for SQN 305, Bloco G, Nº**, você saberá que fica na Asa Norte e é um apartamento. Se o endereço for SHIS QL 25, Conjunto 8, Nº**, você saberá que fica no Lago Sul. Já se o endereço for SEPS 705, Ed **, Nº** você saberá que se trata de alguma empresa. Fácil?

Bom, eu espero que tenham entendido como é o labirinto da minha cidade, mas acima de tudo, se você vem pra cá eu aconselho a ter em mãos um mapa da cidade. Nos centros de atendimento ao turista no Aeroporto de Brasília e também na Praça dos Três Poderes é fornecido tudo. Sejam Bem Vindos a Brasília.

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

Vila Naiá: Simplicidade e sofisticação em apenas um lugar

Próximo post

As cachoeiras de Pirenópolis

5 Comments

  1. Lays Gardênia
    7 de dezembro de 2014 at 21:08 — Responder

    Fui a Brasília de carona, com um grupo de partido político ( o q não fazemos pra viajar kkk) … Bom, minha sorte que meu amigo tinha estudado sobre Brasília, e mesmo assim ficamos um pouco perdidos.

    • 7 de dezembro de 2014 at 22:10 — Responder

      Hahaha, pois é Lays, é um pouco complicado mesmo, eu quebrei a cabeça pra montar esse post, pra tentar explicar com mais facilidade. kkk

  2. Alice Cabral
    23 de novembro de 2015 at 15:53 — Responder

    Vou a Brasilia no inicio de Dezembro mais precisamente no dia 03, tenho uma audiência marcada com um Ministro, qual seria o hotel mais indicado, mais próximo a Esplanada dos Ministérios?

    • 25 de novembro de 2015 at 13:42 — Responder

      Oi Alice! Então, Brasília é bem setorizada, tem setor de tudo, inclusive 2 de hotéis.. SHN – Setor Hoteleiro Norte e SHS – Setor Hoteleiro Sul. Praticamente todos ficam ali e é relativamente perto da Esplanada dos Ministérios!

  3. Nando
    20 de janeiro de 2016 at 23:34 — Responder

    Na verdade Brasília não é tão ruim assim quando se tem um mapa rodoviário ou gps eu fui a primeira vez confesso que achei estranho locais com pistas largas e direcionadas para todo canto.Acho que pecou um pouco nas placas horizontais principalmente no passo a passo sentido aeroporto e rodoviária nova. Tem muitas placas verticais e confudíveis diante de tantas pistas.Mais quando se vai duas três vezes se torna muito bom andar em Brasília e outra não buzine .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *