Home»América do Sul»Brasil»O Parque das Aves em Foz do Iguaçu

O Parque das Aves em Foz do Iguaçu

0
Shares
Pinterest Google+

Foz do Iguaçu no Paraná é de longe conhecido por suas belezas, tanto naturais como as Cataratas do Iguaçu como as artificiais como a Usina de Itaipu, mas um outro lugar e que é muito gostoso de se visitar é o Parque das Aves. É o maior parque de aves da América Latina e fica em uma área de mais de 16 hectares de pura Mata Atlântica com mais de 800 pássaros divididos em mais de 200 espécies, muitos ameaçados de extinção, além também de alguns répteis como jacarés e serpentes que vivem no local.

O Parque das Aves em Foz do Iguaçu não é como qualquer outro, visitá-lo é uma experiência única, pois é um dos poucos parques no Brasil onde você pode interagir com as aves, isso mesmo, você pode entrar nos viveiros, apreciá-las bem de pertinho e perceber como são bem cuidadas pelos tratadores. Mais de 2500 árvores foram plantadas em 2012 no parque, onde 50% dos pássaros foram resgatados de maus tratos e do tráfico de animais e 43% nasceram lá. O lugar ainda conta com o maior viveiro de Araras da América Latina.

Parque das Aves (1)

Como chegar ao Parque das Aves?

O Parque das Aves está localizado bem pertinho do Parque Nacional do Iguaçu, na Avenida das Cataratas, KM 17, há poucos quilômetros do aeroporto. Se você estiver no centro de Foz, pode optar pelo Táxi, no qual a corrida não sairá por menos de R$ 30,00, mas há uma opção mais barata que é ir de ônibus. A linha 120-Parque Nacional sai do Terminal de Transporte Urbano e passa pelo aeroporto, Parque das Aves e em seguida Parque Nacional do Iguaçu, a passagem custa R$ 3,00 e não tem erro. Você pode conferir os horários dos ônibus clicando aqui.

Quanto custa visitar o parque?

Logo na entrada haverá o guichê para a compra do ingresso. Até o começo de 2013 a entrada para brasileiros custada R$ 20,00. Existe também uma lanchonete e uma lojinha de conveniência lá dentro e são umas coisas nada baratas, por isso é bom levar um dinheiro a mais caso queira gastar lá.

Parque das Aves (18)

Você sabia?

O Parque das Aves de Foz do Iguaçu começou lá na África, na Namíbia, quando Dennis Croukamp ganhou um Papagaio-do-Congo eque despertou sua paixão por aves. Anos depois Denis e sua família se mudaram para o Brasil, em Foz eles conseguiram licença para 16 hectares de terras, então ele e sua mulher, a veterinária Anna Croukamp começaram a trabalhar na construção do parque , que em 1994 e 11 meses após chegarem ao Brasil, foi inaugurado. As primeiras aves chegaram a partir de doações ou empréstimos de zoológicos brasileiros e animais confiscados foram enviados pelo Ibama. Espécies subtropicais de todos os continentes foram importadas.

Visitando o Parque das Aves

Fui visitar o parque em um belo dia de sol. Aconselho a levar uma garrafinha de água e ir com roupas bem leves, o parque é grande, são várias trilhas e a cidade é bem abafada, quente e úmido, então pode ser desconfortante ir com roupas pesadas. Logo na entrada você vai chegar em um lugar com diversos viveiros de Papagaios, Periquitos e algumas Araras, todos muito bonitos e coloridos.

Parque das Aves (2) Parque das Aves (3) Parque das Aves (16)

Você vai passar no mínimo 1 hora e meia no parque, isso porque ele é grande pra caramba e se for pra ir correndo é melhor nem ir. Com o tempo é bem grande eu aconselho a levar baterias de maquinas fotográficas carregadas, a minha acabou e eu tive que voltar no outro dia.

Conforme vamos andando vemos que há muitos pássaros que ficam nos viveiros, mas muitos outros ficam soltos, isso mesmo, soltos voando de um lado para outro. Outros preferem ficar no chão mesmo, como os Flamingos e os Patos que tem por lá. Andando um pouco mais podemos ver diversos viveiros com aves bem exóticas, algumas nunca havia visto na vida. O Refúgio das Harpias é show de bola, elas, que já eram imensas pela TV, pessoalmente são gigantes, com as asas abertas então, pena que não consegui fotografá-las direito. Ali do lado também há o viveiro das Emas e dos Avestruzes.

Parque das Aves (4) Parque das Aves (5) Parque das Aves (17) Parque das Aves (6)

Caminhando mais chegamos até o Viveiro Pantanal, no qual podemos entrar dentro e lá tem tudo quanto é tipo de pássaro, desde os mais pequenos e assustados até os grandões que chegam bem pertinho da gente. Os mais amigáveis eram os Tucanos, chegam bem pertinho e parece fazer pose para as fotos do nosso lado. Pertinho dali tem o Covil dos Répteis, ali não pode entrar e acho que ninguém iria querer, afinal são jacarés e serpentes que é melhor manter distância mesmo.

Seguindo a trilha nos chegamos ao Borboletario e eu nem preciso falar o que tem lá né? Algumas culturas dizem que quando uma borboleta pousa em você quer dizer um sinal de boas vindas, bom, uma pousou em mim e não saiu do meu rosto. Lá além das borboletas tem muitos Beija-Flores também. Do lado tem o Viveiro das Corujas, bonitinhas mas bem paradas durante o dia.

Parque das Aves (7) Parque das Aves (8) Parque das Aves (9) Parque das Aves (10) Parque das Aves (11)

Porém a parte mais legal do parque, que pelo menos eu achei, foi o Viveiro das Araras, gente é sensacional. Nesse viveiro a gente também pode entrar e existem muitas delas lá, Araras Azuis, Araras Vermelhas e Papagaios voam sobre nossas cabeças e berram sem parar. Algumas são bem amigáveis, já outras ficam mais ouriçadas quando a gente chega perto, mas nenhuma chega a atacar. No final do passeio existe um outro lugar com Araras, dessa vez é ao ar livre e o interessante é que elas nem fogem. Nesse lugar é possível tirar uma foto segurando uma delas!

Parque das Aves (12) Parque das Aves (13) Parque das Aves (14) Parque das Aves (15)

O Parque é sensacional. Muita gente pode pensar: “Não gosto, o lugar dessas aves é na natureza!”. Realmente, também penso assim, mas são aves foram recuperadas de maus tratos, tráfico e que agora estão protegidas e são bem cuidadas por toda equipe de biólogos e veterinários do parque e que muitas vezes não sobreviveriam na natureza. Por isso o trabalho deles está de parabéns, aconselho muito a conhecerem!

[adrotate group=”1″]

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

10 Lugares em perspectivas aéreas

Próximo post

Big Blog Exchange - Vote no Tô Longe de Casa

3 Comments

  1. 30 de setembro de 2014 at 14:38 — Responder

    […] Itaipu eu conheci um brasileiro, fui ao Marco das Três Fronteiras com uma família brasileira e no Parque das Aves foi a vez de trocar ideia com um alemão que inclusive estava no mesmo voo que o meu na volta. […]

  2. […] A linha de ônibus é a 120-Parque Nacional, ela sai do centro de Foz, passa no Aeroporto, Parque das Aves e depois Parque Nacional, custa menos que R$3,00 e você pode conferir os horários clicando aqui! […]

  3. Daniela
    24 de janeiro de 2017 at 07:31 — Responder

    Gostaria de saber se alguém já foi no mês de julho (se é muito frio), e se dá para comprar o ingresso do parque das aves junto com o das cataratas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *