Os sete cumes são as montanhas mais altas de cada continente, onde a Antárctica entra na lista e a América se encontra separada em América do Norte e América do Sul.

Subir a todas as sete montanhas é um importante desafio de montanhismo e o sonho de muitos montanhistas. Atualmente temos 2 brasileiros que conseguiram subir as 7 montanhas mais altas do mundo, Manoel Morgado e Waldemar Niclevicz mas a primeira pessoa a conseguir o feito foi o canadense Pat Morrow, em 5 de agosto de 1986. Mas quais são as 7 montanhas?

Monte Everest, Ásia – 8.848m
Os 7 cumes do planeta (1)Coberto eternamente de neve e em forma de pirâmide, o Monte Everest é a montanha mais alta do mundo, com 8.848 metros de altitude. A camada de neve no pico varia ao longo do ano entre cerca de 1,5 m (maio) a 6 metros (setembro) de espessura e isso causa alguma controvérsia quanto a sua altura exata. O Everest fica no Tibete fronteira do Nepal com a China, na parte central cordilheira do Himalaia. O nome Everest é uma homenagem ao explorador inglês Sir George Everest (1790-1866), que fez o levantamento trigonométrico e mapeou a região. Em nepalês Everest significa Sagarmatha ou “mãe oceano”, e em tibetano, Qomolangma ou “deusa do mundo”.

Aconcágua, América do Sul – 6.960
Os 7 cumes do planeta (2)O monte Aconcágua (Sentinela de Pedra) com 6.960 metros de altitude, é simultaneamente o ponto mais alto das Américas, de todo o Hemisfério Sul e o mais alto fora da Ásia. Apesar de sua altitude, o Aconcágua não é uma montanha difícil de ser escalada do ponto de vista técnico, pois para atingir o seu cume pela rota normal não é necessário que o montanhista realize escaladas técnicas. Porem a subida pela face sul do Aconcágua é considerada uma das mais perigosas do mundo. Para superar blocos de gelo do tamanho de edifícios são necessários bom conhecimento técnico e enorme capacidade física.

Kilimanjaro, África – 5.892m
Os 7 cumes do planeta (3)É o ponto mais alto da África, no norte da Tanzânia, junto à fronteira com o Quênia com uma altitude de 5.892 metros no Pico Uhuru. Este antigo vulcão, com o topo coberto de neve, ergue-se no meio de uma planície de savana, oferecendo um espetáculo único. O Kilimanjaro é protegido por um Parque Nacional do Kilimanjaro, classificado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. A ascensão é tecnicamente fácil, mas longa e penosa pelo frio e pela altitude. Aproximadamente 20.000 pessoas tentam todos os anos alcançar o topo. Este número é controlado pelas autoridades da Tanzânia.

Elbrus, Europa – 5.642m
Os 7 cumes do planeta (4)O monte Elbrus é um vulcão extinto e possui forma de cone, formado pelo magma extravasado. Sua última erupção foi no ano de 50 depois de Cristo. Possui uma cratera com diâmetro que varia de 300 a 400 metros, atualmente cheia de gelo e neve. Seu pico com neves eternas alimenta 22 glaciares que por sua vez, dão origem aos rios Baksan, Kuban e Malka. O Elbrus possui 2 cumes principais, o cume Ocidental, com 5.642 metros e o cume Oriental com 5.621 metros de altitude.

McKinley, América do Norte – 6.194m
Os 7 cumes do planeta (5)O monte McKinley, também conhecido como Denali, é a montanha mais alta da América do Norte localizada no Alasca, com 6.194 metros de altitude. sua ascensão é bem mais complicada, devido ao fator latitude. Por estar distante da linha do equador, seus dias e noites são bem mais frios do que em montanhas mais altas, como o monte Everest por exemplo.

Maciço Vinson, Antártida – 4.892m
Os 7 cumes do planeta (6)O Monte Vinson, além de estar localizado em uma das áreas mais inóspitas do mundo, é o ponto mais alto do continente Antártico com 4.892 metros, tornando-se um dos maiores desafios aos alpinistas mais experientes. A ascensão do Vinson não é considerada tecnicamente difícil mas as condições climáticas extremas fazem com que a sua ascensão constitua um sério empreendimento. Não é raro a temperatura descer abaixo de 40ºC mas esta pode atingir valores bem mais baixos, especialmente quando a região é varrida por fortes ventos.

Pirâmide Carstensz, Oceania – 4.884m
Os 7 cumes do planeta (7)É o ponto culminante da Oceania, em Irian Jaya. Sua altitude é de 4.884 metros, e está localizado no centro do Irian Jaya, parte indonésia e ocidental da Ilha de Nova Guiné. É a nona montanha do mundo em ordem de proeminência topográfica e a mais alta montanha numa ilha. A escalada desta alta montanha exige autorização do governo da Indonésia. O topo não tem geralmente gelo mas existem glaciares nas encostas.

Comente pelo Facebook

comentários