0
Shares
Pinterest Google+

A Eslovênia possui lugares belíssimos, de longe foi uma dos países que eu mais gostei de visitar. Um desses lugares é uma pequena cidade no meio das montanhas chamada de Bled. Esse pequeno paraíso é muito procurado por turistas do mundo todo que buscam tranquilidade e ar puro.

Sobre Bled

O povoado é bem antigo, com registros datados do ano de 1004. A origem do nome é desconhecida e acredita-se ser de origem pré-eslava. O nome alemão da cidade, Veldes, foi emprestado do antigo esloveno Beldъ e é derivado da mesma fonte pré-eslava que o nome esloveno.

Com imensa beleza natural, Bled, juntamente com seus arredores, compõe uma paisagem belíssima, seja por seu clima ameno e curativo e pela água termal do lago. A beleza dos Alpes Julianos (em homenagem ao romano Júlio César) refletida no lago, o sol, a serenidade e o ar fresco despertam sentimentos agradáveis nos visitantes durante todo o ano, garantindo uma base ideal ou uma pausa relaxante ou férias ativas.

Como chegar em Bled?

Bled fica há 50km da capital Liubliana e é possível acessar de trem ou ônibus. As passagens de ônibus custam entre €4,00 e €7,00 e as de trem em torno de €15,00. Os ônibus partem da rodoviária Avtobusna Postaja e os trens da estação de trem de Liubliana.

Sobrevoando Bled

Eu fui para Bled a convite de um casal de amigos eslovenos. Ele é piloto e para minha surpresa ele me convidou também para fazer um sobrevoo sobre a cidade, coisa que eu não esperava.

Saímos cedo de Liubliana e fomos com destino a Bled e eu já estava muito ansioso. Fomos até o Airport Lesce (Letališče Lesce) que fica ao lado de Bled. Lá é como se fosse um aeroclube onde a maioria dos aviões são aqueles sem motor que apenas plana no ar e também o tipo de avião que meu amigo pilota.

Fiquei meio assustado em ter que voar em um avião sem motor, mas depois descobri que não era aquele que eu iria voar, e sim um motorizado. Alguns minutos esperando e o avião estava pronto.

Decolamos e foi uma das vistas e experiências mais incríveis que tive. Ver não só Bled, como o lago e as montanas foi incrível. A natureza exuberante da Eslovênia me fez cair de amores por aquele país.

Com as pernas ainda bambas pousamos e eu não tinha palavras para descrever o que tinha visto e a sensação de estar lá no alto e ver aquilo tudo.

Conhecendo Bled

Depois do sobrevoo eu fui conhecer a cidade. Chegando lá no centro eu procurei um lugar para alugar uma bike. Achei uma por €10,00 por 2 horas. Com a bike eu pedalei ao redor do Lago de Bled, um dos mais bonitos e limpos que já vi na minha. A água é muito transparente com tons azulados.

A cada volta eu ficava ainda mais impressionado com a beleza daquele lugar. No centro do lago há uma ilha com uma igreja, que por sinal é o simbolo mais fotografado do país. O acesso só é possível de barco ou se você for nadando. Os barcos cobram uma taxa e há outra para entrar na igreja.

Um pouco mais adiante em uma colina é possível encontrar um castelo onde se tem uma vista incrível da região. A subida pode ser feita de carro ou a pé. Eu não cheguei a ir pois não tive tanto tempo.

Se ainda tiver um tempo prove também o Kremšnita, um simbolo culinário da Eslovênia e que tem sua origem em Bled. Lá são produzidos os melhores e eu já falei aqui no blog sobre, você pode conferir clicando aqui.

Só passei algumas horas em Bled, mas foi suficiente para ver que esse lugar é realmente incrível e vale uma visita.

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

O que comi por ai: Pastéis de Nata

Próximo post

Esse é o post mais recente