0
Shares
Pinterest Google+

A Ucrânia é um país imenso e com uma diversidade cultural gigante. Na capital Kiev é possível ter um pouquinho desse gostinho. Palco dos protestos de 2013/2014, Kiev é uma cidade fantástica, onde o passado e o presente se misturam deixando um pouquinho de história que pode ser contada em cada esquina, cada rua, cada igreja. E é sobre Kiev que eu vou falar um pouquinho.

Sobre Kiev

Kiev ou Kiyv como os ucranianos escrevem é a capital e maior cidade da Ucrânia e também é considerada uma das cidades mais antigas da Europa. Há indícios que a cidade tenha sido fundada por volta do século V, quando era apenas um posto comercial onde os primeiros eslavos orientais (pessoas da Europa Oriental) habitavam.

A cidade foi totalmente destruída com a invasão do exército Mongol por volta de 1240. Nessa época a cidade tinha uma ótima reputação, considerada uma das maiores cidades do mundo, com uma população superior a 100 mil habitantes. Com a invasão e destruição Kiev perdeu parte da influência que tinha.

Nos anos seguintes foi governada por lituânios, poloneses até a chegada da Rússia com a União Soviética, onde Kiev passou a ser uma importante cidade para a URSS, tornando se a sua capital em 1934 e um dos principais pólos industriais da época. Tanta importância levou a Hitler mandar tropas para a cidade que sofreu muitos danos na Segunda Guerra Mundial na famosa Batalha de Kiev, mas se recuperou e logo após o fim da União Soviética e com a independência da Ucrânia a cidade se consolidou como a capital.

As manifestações de 2014 em Kiev

Para quem não sabe, ou não estava neste mundo, Kiev foi palco de uma dos maiores protestos civis da história, no que resultou milhares de mortes. Tudo começou quando o governo começou a se aproximar demais da Rússia, quando o que a população queria na verdade era uma aproximação maior da União Européia, por motivos óbvios. Essas manifestações se deram na Praça de Independência, centro de Kiev e ficou conhecida como Euromaidan ou Revolução Ucraniana de 2014. Foi tão sério que haviam até Snipers atirando dos prédios contra os manifestantes. Ao todo eram mais de 100 mil pessoas protestando, contra em torno de 7 mil forças do governo para conter.

A cidade ficou completamente destruída, muitos feridos e centenas de mortos. O resultado foi a queda do governo ucraniano de Viktor Yanukovytch que passou a ser procurado na Ucrânia e fugiu para Rússia e quando houve a instauração de um novo governo no país.

Kiev durante os protestos de 2013/2014

Amigo em Kiyv

Já vale lembrar que em Kiev nem todo mundo fala inglês, então uma super dica que eu deixo aqui é o Amigo em Kiyv. Esse é um projeto da Olenka Vladyka, uma ucraniana que estudou e fala muito bem português. Ela faz tours pela cidade para brasileiros e portugueses e explica cada detalhe de Kiev. Ela quem me levou para alguns desses lugares que eu falarei abaixo. Eu super recomendo.

Para quem tiver interesse pode entrar em contato através do site www.amigoemkyiv.com ou pelo Whatsapp +351 938 140 269

O que ver em Kiev?

Igreja de Santo André – St Andrew Church

A Igreja de Santo André de Kiev (Андріївська церква em Ucraniano) foi fundada por volta de 1744 toda em estilo barroco com tons de azul, verde e dourado. Ela está localizada no topo de uma colina bem íngreme, tanto que na sua construção o projeto de uma rampa teve que ser substituído por escadas. A lenda diz que Santo André visitou Kiev e profetizou que a cidade seria o berço do cristianismo nas áreas eslavas. O lugar proporciona uma vista bem bonita da cidade, porém para acessar a igreja e o mirante é preciso pagar. Atualmente o acesso custa 20,00UAH que gira em torno de R$3,00.

Catedral de Santa Sofia – St Sophia Cathedral

A Catedral de Santa Sofia (Софійський собор em Ucraniano) fica no centro de Kiev e é outro lugar que proporciona uma bela visão da cidade. Há uma praça bem grande na frente e em seguida a entrada, que é dividia em 2 partes, uma para torre e outra para catedral. Em ambas é necessário o pagamento.

A Catedral foi construída por volta do ano de 1011 no reinado de Vladmir O Grande e é uma das poucas coisas que não foi destruída em Kiev pelos russos. A torre não possuí elevador, então toda a subida é feita pelas escadas. São 3 andares, onde de um lado é possível ver Kiev e do outro a igreja principal. A entrada custa 20,00UAH estudantil, o que gira em torno de R$3,00.

Volodymyrska Hill

O Volodymyrska Hill (Володимирська гірка em Ucraniano) é um parque criado em meados do século 19, com diversas trilhas que fica localizado em uma colina de frente para o Rio Dnipro no centro de Kiev. Lá, além de um mirante para o rio, você pode encontrar também o monumento de St. Volodymyr, conhecido também como Vladimir, O Grande e príncipe de Kiev. A estátua foi construída toda em bronze em 1853 e tem uma altura de 20 metros contando com o pedestal.

Arco da Amizade do Povo

O Arco da Amizade (Арка дружби народів em Ucraniano) é um gigantesco arco de 50 metros de diâmetro feito em titânio localizado no Khreshchatyk Park que fica bem do lado do Volodymyrska Hill. Ele foi inaugurado em 1982 para comemorar o 60º aniversário da antiga União Soviética e o aniversário de 1500 anos de Kiev. Ele já foi pintado temporariamente com as cores do arco-íris e renomeado como Arco da Diversidade sendo um simbolo para a parada do orgulho de Kiev. Durante a parada, o acro fica iluminado com as cores do arco-íris. Em 2016 o governo ucraniano anunciou que iria desmontar o arco como parte da lei de descomunização e colocar em seu lugar um memorial dedicado aos veteranos da Guerra de Donbass, porém o arco continua lá.

A Passagem de Kiev

A Passagem de Kiev (Київський Пасаж em Ucraniano) se parece muito com dois edifícios, mas na verdade é um complexo de 1 edifício só. O endereço é Khreshchatyk, número 15, um mesmo endereço para tudo. Localizado entre duas ruas paralelas Khreshchatyk e vulytsia Zankovetskoyi, a passagem corre paralela à vulytsia Arkhitektora Horodetskoho e possui muitos pequenos cafés ao ar livre, lojas de marca nos primeiros andares e apartamentos residenciais nos andares superiores.

Praça da Independência – Maidan Nezalezhnosti

A Praça da Independência (Майдан Незалежності em Ucraniano) é a principal e mais central praça de Kiev localizada na Avenida Khreshchatyk, a principal da cidade. Muito bem movimentada, lá você encontra de tudo um pouco. No centro da praça há uma grande pilastra com um anjo no topo segurando um ramo de folhas feito totalmente de ouro. Também há uma fonte com a escultura das pessoas que fundaram Kiev. O lugar já teve vários nomes e possui registros desde o século XVIII onde as primeiras pessoas começaram a viver por ali.

Na praça também você pode encontrar um memorial dos protestos de 2014 com fotos e relatos. Ao fundo também há o Hotel Ukrayina, um hotel de 4 estrelas construído em 1961 sendo o primeiro arranha-céu da cidade e tendo como primeiro nome Hotel Moscou. Lá também há os Portões de Lach, um monumento construído em 2001 para comemorar um dos portões da cidade medieval de Kiev. No topo é uma escultura do Arcanjo Miguel que é o símbolo da cidade.

Portões Dourados de Kiev

Os Portões Dourados de Kiev (Золоті ворота em Ucraniano) foram os principais portões das fortificações do século XI de Kiev , capital da Rússia Kievana. A estrutura foi desmontada na idade média, sobrando apenas poucos vestígios que são preservados até hoje graças a uma reconstrução do portão durante a União Soviética. Embora nenhuma imagem dos portões originais tenha sobrevivido. A decisão foi imensamente controversa, pois havia muitas reconstruções concorrentes do que o portão original poderia ter parecido.

Portões Dourados de Kiev
Portões Dourados de Kiev

Ponte de Pedestres

Também conhecida como Ponte Pedonal, essa estrutura que se assemelha muito a Ponte Golden Gate fica sobre o rio Dnieper e tem uma extensão de 429 metros por 7 de largura. A ponte liga a parte central de Kiev com a zona do parque e as praias da ilha de Trukhanov. A sua construção foi iniciada em 1956, a grande inauguração foi realizada em 03 de julho de 1957. É uma ponte totalmente soldada, que foi levantada com a ajuda de soldagem automática. A forma excepcional da ponte tornou-se um dos elementos tradicionais do panorama de Kiev.

Metro de Kiev

O metro em Kiev também pode ser uma atração turística por sua beleza e decoração. Ele foi a primeira rede de metro da Ucrânia e a terceira construída pela União Soviética e transporta mais de 1 milhão de pessoas por dia. A construção do metro começou em 1949 e só foi inaugurado 11 anos depois o primeiro trecho de 5km, hoje já são mais de 50 estações na cidade.

As estações trazem uma característica que lembra muito o modelo russo de metro. São estações profundas e totalmente decoradas. Dentre elas temos a Estação Arsenalna que é a estação mais profunda do mundo, com mais de 105 metros de profundidade você gasta em torno de 4 minutos para descer pelas escadas rolantes.. Parece mais um abrigo nuclear.

Outra é a estação Zoloti Vorota que já foi indicada como uma das mais bonitas do mundo. Mais uma vez puxando toda a decoração da União Soviética, ela tem um corredor principal que mais se parece com um palácio além de vários mosaicos nas paredes.

Como chegar em Kiev?

Bom, avião é a resposta. Não existem voos diretos do Brasil para a Ucrânia, então é preciso fazer conexão em algum país europeu. A capital recebe com mais frequência voos de outros países do leste europeu, mas em Londres é possível pegar voos diretos operados pela Ukraine International Airlines.

Detalhe é que a empresa foi eleita há alguns anos a pior cia aérea do mundo, mas isso parece ter mudado. Voei com eles e não tive nenhum problema. Quando fui paguei em torno de €126 ida e volta de Londres.

Acho que deu para sentir um pouco do gostinho do que é Kiev. Uma cidade que no começo pode parecer diferente, mas que aos pouquinhos vai mostrando sua beleza e seus encantos.

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

O turismo radioativo de Chernobyl

Próximo post

Tô Longe de Casa #19 | Chernobyl, Ucrânia