0
Shares
Pinterest Google+

Eu viajei até a ilha canária de Lanzarote que fica na costa da África, porém pertence a Espanha. A ilha inteira é uma formação vulcânica com uma das paisagens mais bonitas que já vi. Um dos lugares que proporciona uma visão linda é o Mirador Del Río, um mirante de 475 metros de altura com uma das mais lindas vistas para o Atlântico.

O que tem no Mirador del Río?

No lugar tem uma edifício criado pelo arquiteto César Manrique. O prédio é bem bonito e diferente, apelidado de “A Bolha de Lava” pois ele foi feito para que parecesse ser dentro de uma pedra vulcânica, ou seja, por fora é uma grande pedra com janelas e por dentro possui restaurante, café, loja de souvenirs e uma janela que dá uma vista panorâmica para fora. Para ter acesso a isso você tem que pagar, o que eu acho que não vale a pena, já que a poucos metros dali você pode contemplar a paisagem completamente de graça, e foi o que eu fiz.

Como chegar até o Mirador del Río?

Chegar ao mirador não é uma tarefa muito fácil. Lanzarote possui uma boa rota de ônibus, porém para alguns lugares ou não tem ou não há no horário em que queremos, como é o caso do mirador.

O lugar está localizado perto de duas cidades da região, Máguez e Ya. De Ya até o mirado são apenas 30 minutos de caminhada, porém não há ônibus de Arrecife até Ya durante o dia, apenas 1 durante a noite. Já para Máguez a malha de ônibus é melhor, porém Máguez está há 1h40 minutos de caminhada do mirador, sendo assim a melhor opção é ir até Máguez com a linha 7 de ônibus saindo de Arrecife e de lá fazer essa bela caminhada pela pista até chegar ao mirador, ou você pode pedir carona na estrada até lá.

Caminhando até o Mirador del Río

Depois de pegar a linha 7 e descer no ponto final de Máguez era a hora da caminhada até o Mirador del Río pelo acostamento da pista. Pensei em pedir carona, porém os únicos transportes que passavam eram ônibus de turismo, então decidi continuar minha caminhada seguindo o GPS. Uma caminhada louca, na maior parte do tempo não há nenhum sinal de vida e você está completamente sozinho, porém a paisagem dos vulcões e do mar ao fundo são de tirar o fôlego.

 

Em um certo momento, quase chegando na cidade de Ye há uma entrada para esquerda, essa entrada também leva ao mirador, de uma forma mais rápida e com um plus, ela segue o penhasco na montanha, então a paisagem é mil vezes mais bonita do que seguir o caminho normal pela rodovia. E não se preocupe, quando eu digo penhasco, quero dizer que há uma estrada para carros totalmente segura, mas que dá uma vista para o penhasco.

Eu segui por esse caminho até chegar lá, foram mais ou menos uns 20 minutos de caminhada até ter a visão do oceano, da ilha canária La Graciosa e das ilhotas que fazem parte do Arquipélago de Chinijo. Se você seguir esse caminho até o final também chegara ao complexo Mirador del Río onde é preciso pagar, mas para falar a verdade nem é preciso ir, basta apenas achar um lugarzinho para sentar e apreciar a vista dali mesmo.

O lugar é lindo e merece uma visita.

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

O que comi por ai: Kremšnita

Próximo post

O turismo radioativo de Chernobyl