0
Shares
Pinterest Google+

Não são apenas os famosos monumentos como a Torre Eiffel e o Arco do Triunfo que são os mais visitados em Paris. Existe um lugar bem bacana e bonito também e que fica no ponto mais alto da capital francesa, estou falando da Basílica de Sacré-Cœur ou Basílica do Sagrado Coração.

A história da Basílica de Sacré-Cœur

A basílica é uma igreja católica localizada e sendo simbolo do bairro de Montemartre, o mais alto de Paris. A construção da basílica aconteceu logo após a guerra Franco-Prussiana como uma promessa caso a França resistisse aos ataques da Alemanha. Com isso foi realizado um concurso onde mais de 70 arquitetos participavam com seus projetos para a basílica, o ganhador foi Paul Abaide que faleceu antes mesmo de ver o seu projeto concluído.

A construção

A construção da Basílica de Sacré-Cœur começou em 1875 e terminou apenas em 1914. Ela foi erguida com mármore travertino extraído na França, esse mármore é bem famoso e já foi usado em outras construções históricas como o Coliseu em Roma e a Basílica de São Pedro no Vaticano.

A obra possui grandes influências românicas com elementos nacionais da França, como estátuas de Joana D’Arc e do Rei São Luís IX. Uma curiosidade é que Sacré-Cœur possui um sino com mais de 19 toneladas, sendo um dos mais pesados do mundo. Além de toda a belíssima arquitetura com diversos detalhes religiosos tanto no exterior como no interior, a basílica ainda possui um grande jardim para meditação e um belo mirante para toda cidade de Paris.

Como visitar a Basílica de Sacré-Cœur?

A basílica está localizada no bairro de Montemartre em Paris, no endereço 35 Rue du Chevalier de la Barre no 18ºARR. Não há nenhuma estação na basílica, mas há 6 estações de metro relativamente perto, são elas as de Pigalle (linha azul e verde), Abbesses e Lamarck (linha verde), Anvers e Barbès – Rochechouart (linha azul) e Château Rouge (linha roxa).

Como se trata do bairro mais alto de Paris existem bastantes ladeirass lá, e para se chegar a basílica você precisa pegar uma bem grande. Ao chegar aos pés da basílica você tem a opção de subir pelas escadarias ou ir de elevador. Para ir de elevador é preciso comprar um ticket, mas caso você tenha algum ticket do metro ou trem poderá usar no elevador também.

Chegando ao topo você irá dar de cara com o belo mirante para a cidade de Paris e do lado contrário a basílica. Lembrando que há fila para acessar o interior e dependendo da quantidade de pessoas pode demorar e muito. Quando eu fui a fila estava muito grande, então acabei pulando a parte do interior da basílica, mas imagino que deve ser muito bonita.

Outra dica importantíssima é que o bairro de Montemartre, apesar de boêmio, não é um dos melhores em Paris. Há uma má reputação com relação a segurança, em especial com os batedores de carteira. Não precisa ter medo, apenas tenha cuidado com seus pertences naquela região.

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

Fontana Di Trevi, a fonte mais bonita do mundo

Próximo post

6 pontos turísticos que não existem mais