Home»Europa»Spire, o ponto de encontro em Dublin

Spire, o ponto de encontro em Dublin

0
Shares
Pinterest Google+

Sabe aqueles pontos que marcam uma cidade? Pois, Dublin, a capital Irlandesa tem um e ele se chama Spire. O monumento é um velho conhecido dos irlandeses e das pessoas que moram em Dublin, estando localizado no centro da capital e servindo de ponto de encontro para todo mundo. Nesse post eu não vou usar as fotos que eu tirei do Spire porque eu sou um péssimo fotografo para monumentos muito grandes.

Sobre o Spire

O Spire é conhecido como An Túr Solais no irlandês gaélico, que significa Monumento da Luz. Ele fica localizado no centro da cidade, na principal e maior avenida de Dublin, a O’Connell Street. Ele possui 120 metros de altura com 3 metros de diâmetro na sua base e 15 centímetros na sua ponta, sendo formado por 8 peças de aço inoxidável polido com desenhos abstratos na base e sendo considerado a maior escultura do mundo. De longe o Spire lembra uma agulha gigante.

Devido a cor do metal, durante o dia diversas coisas são refletidas por ele, o que faz com que o Spire tenha uma variação de cores bem diferentes ao longo do dia e de cada dia. Apesar da beleza do dia, durante a noite o Spire fica meio apagadinho, tendo apenas uma pequena iluminação na sua base, no meio e no topo, mas nada chamativo, uma iluminação bem discreta. Uma curiosidade muito interessante é que o topo do Spire balança conforme a força do vento

A construção

Mas o Spire não esteve ali a vida toda, ele na verdade é uma das construções mais jovens de Dublin, levando em conta que a cidade é mais que centenária. Antes no mesmo lugar onde hoje está o Spire havia um outro monumento chamado de Pilar de Nelson que foi construído entre 1808 e 1809 em homenagem a um visconde inglês e um dos maiores monumentos erguidos na época em Dublin. O pilar ficou de pé até 1966, quando republicanos pertencentes ao grupo IRA implantaram uma bomba no Pilar e mandaram tudo a baixo.

Em 1999 foi dado o inicio nos planos de um novo monumento para substituição do antigo Pilar. A ideia era que o monumento fosse inaugurado em 2000 para simbolizar o novo milênio, porém devido a atrasos em autorizações para construção ele foi inaugurado apenas em 2003. A primeira peça das 8 foi inserida na base no dia 18 de Dezembro de 2002 e a última em 21 de Janeiro de 2003.

Criticas

Para os turistas e viajantes o Spire é um monumento muito bonito, já para o povo irlandês a história é outra e não traz nenhum orgulho. A empresa que ergueu o monumento foi a Ian Ritchie Architects, que precisou de €4.000.000 para a construção, um valor absurdamente alto e que foi muito criticado. Outro problema é referente a manutenção do monumento, que é limpo algumas vezes e só de limpeza totaliza um gasto de €200.000 por ano. Para os irlandeses o monumento não significa nada além de um monumento, servindo apenas como ponto de encontro da cidade.

No entanto o Spire ainda é um dos pontos turísticos mais famosos de Dublin, daqueles que é possível ver de longe. Então se for fazer uma visita a Dublin, vale uma fotinha lá!

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

Catedral Metropolitana de Brasília: Um ícone da capital

Próximo post

Torre Eiffel, um símbolo francês

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *