f

Get in on this viral marvel and start spreading that buzz! Buzzy was made for all up and coming modern publishers & magazines!

Fb. In. Tw. Be.

As praças e parques de Dublin

Quem não gosta de visitar grandes parques e praças quando está viajando? Bom, eu gosto e se tem uma cidade com uma grande variedade de parques urbanos essa cidade com certeza é Dublin. São inúmeros espalhados pela cidade, o que dificulta um pouco visitá-los, pois você nunca sabe em qual ir. Mesmo estando morando em Dublin eu não tenho como visitar todos eles, é quase uma missão impossível, por isso hoje eu vou comentar aqui sobre alguns dos principais e mais visitados parques da cidade.

Garden of Remembrance

O Garden of Remembrance é um grande jardim memorial em homenagem a todas as pessoas que perderam suas vidas lutando pela liberdade da Irlanda. O lugar foi um projeto de Daithí Hanly aberto ao público em 1966. No centro do jardim tem um grande espelho d’água em forma de crucifixo com seu interior todo trabalhado em mosaico com diversas imagens de armas, o que simboliza a paz.

No lugar, além do espelho d’água e do lindo e verdinho jardim, ainda podemos encontrar uma grande escultura de bronze onde podemos ver 4 cisnes e algumas crianças. Essa escultura foi posta no lugar apenas 5 anos após a inauguração do parque e tem como objetivo simbolizar os 900 anos de luta pela liberdade.

O monumento também é baseado numa antiga lenda irlandesa chamada de “Children of Lir”. Vou resumir a lenda aqui, pois a história é muito grande. A lenda fala de 4 crianças que foram amaldiçoadas e transformadas em cisnes e que assim viveram por 900 anos até terem a maldição desfeita por um monge, porém quando voltaram a forma humana o seus corpos já estavam velhos, sendo assim eles faleceram, mas dessa forma conseguiram ter o descanso eterno.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Merrion Square

Merrion Square ao meu ver é uma dos melhores parques de Dublin, pois tem uma área verde muito grande, com muitos jardins e ao contrário de outros parques, lá não é muito lotado. O parque teve suas origens em meados do século 19, quando aquela região era uma área rural, com o avanço da cidade ele passou a ser um parque urbano, cercado de construções com arquitetura georgiana.

Na época em que a crise da fome afetou toda Europa a Irlanda foi um dos países que mais sofreram. O Merrion Square foi usado como refúgio para os desabrigados e também como uma espécie de “cozinha de emergência”, onde a pouca comida que restava podia ser encontrada. Hoje, felizmente o país não sofre mais com esse problema e o Merrion Square é usado apenas para o lazer e diversão das pessoas que o procuram.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mountjoy Square Park

Outro parque muito famoso e bem procurado nos dias de sol em Dublin é o Mountjoy Square. Com mais de 1 hectare ela foi a primeira praça ao estilo georgiano a ser erguida em Dublin em 1800 por Luke Gardiner, conhecido também como Lord Mountjoy. Hoje a praça conta com um belo espaço verde, pista para caminhada, parque infantil e quadras esportivas. Infelizmente a região de Mountjoy não é uma das mais seguras, por isso é aconselhável que você visite durante a manhã ou tarde quando há mais movimentação.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

St Stephen’s Green

Posso dizer que o Saint Stephen’s Green é o parque mais queridinho dos irlandeses em Dublin. Ele surgiu em 1663 e também ficava localizado em zona rural e privada. Com o passar do tempo foram erguidos prédios ao redor dele, onde apenas a alta sociedade de Dublin vivia e apenas eles tinham acesso ao parque, que era trancado com chaves. Apenas em 1877 e por ordem do parlamento local o parque foi aberto para todos os cidadãos de Dublin.

O parque está localizado no coração da capital irlandesa e quando você o encontra é o mesmo que encontrar um oásis em meio a tantos prédios. Com uma vegetação exuberante, nele você pode se reunir com os amigos, fazer um pique-nique, caminhar pelas trilhas, alimentar os cines e gaivotas além de descansar da correria diária. Apesar da beleza e tranquilidade que podemos ver nele nos dias de hoje, em 1916, mais de 200 rebeldes do grupo IRA tomou conta do parque e foi preciso a intervenção do exército britânico para retomar a paz.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Phoenix Park

Enfim, chegamos nele, o Phoenix Park, o maior parque urbano de Dublin e de toda a Europa. O parque foi inaugurado em 1662 e tem uma área total de 712 hectares com 16km de circunferência e todo murado. O parque tem toda uma infraestrutura para os visitantes, contendo ciclovias, pistas para corrida e caminhada, estacionamentos, aluguel de bicicleta e lugares para pique-nique.

Além disso ainda podemos encontrar diversos monumentos que contam um pouco da história do lugar e várias áreas bem abertas com uma grama bem verdinha, ideal para relaxar ouvindo uma música ou lendo um livro. No parque também tem um zoológico, diversos monumentos, a casa do presidente e um pasto imenso onde há mais de 300 cervos selvagens (veadinhos) que estão ali desde o século XVII.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bom, esses são alguns das dezenas de parques e praças aqui de Dublin. Ainda não conheci todos, porém já sei que há outros tão bons como o Fairview Park, St. Anne’s Park, Ringsend Park dentre outros, mas conforme eu vá conhecendo eu vou atualizando aqui. Então, se tiver vindo para Dublin, não esqueça de visitar algum desses lugares.

Comente pelo Facebook

comentários

Olá! Meu nome é Leonardo, tenho 29 anos, sou de Brasília - DF, mas moro na Europa há mais de 4 anos. O desejo de viajar somou com uma frustração que aconteceu e me fez sair do Brasil. Eu amo viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas, tanto que resolvi criar o blog Tô Longe de Casa para poder compartilhar com as pessoas todas essas minhas experiências pelo mundo.

Postar um comentário

You don't have permission to register