Home»Bahia»A Ponta do Corumbau na rota do descobrimento

A Ponta do Corumbau na rota do descobrimento

0
Shares
Pinterest Google+

Que tal começar 2015 viajando pra um lugar diferente de tudo que você já viu? Você já ouviu falar da Ponta do Corumbau? Esse lugarzinho pouco explorado do Brasil fica ali no sul da Bahia, na rota do descobrimento e é um dos lugares onde você pode encontrar aquelas praias desertas a se perder de vista, com coqueiros e total tranquilidade. Bom, eu fui lá conhecer essa beleza de lugar e vou mostrar pra você como é.

Como chegar a Corumbau?

A região de Corumbau está localizado no distrito de Prado, lá no sul da Bahia. Existem 2 formas de se chegar até lá, uma é de barco e a outra é de carro desde Porto Seguro onde está o aeroporto mais próximo, ou seja é a rota mais utilizada. São cerca de 4 horas de viagem pelas BR-367 e BR-101 e no fim ainda pegamos um trecho de estrada de chão. É uma viagem um pouco longa, mas a paisagem do caminho é bem bonita. As linhas de ônibus de Porto Seguro até lá são bem escassas mesmo, então o melhor jeito é ir de carro. Você pode fazer esse trecho com o Srº Valmir, ele leva e traz de volta a Porto Seguro e foi com ele que eu fui. Um senhor muito simpático e que te explica tudo da região. O translado pode sair em torno de R$500,00, mas é negociável. Quem quiser entrar em contato o telefone dele é o (73) 9994-5996.

O Brasil visto pela primeira vez

Para quem não sabe, Corumbau significa “Lugar Distante” na linguagem pataxó, linguagem dos índios que viviam ali na época em que os portugueses apareceram. Isso mesmo, a região de Corumbau está na Rota do Descobrimento, que incluem ainda Porto Seguro, Trancoso, Cumuruxatiba dentre outras lugares. Isso se deve pelo fato de que foi naquela região que há mais de 500 anos atrás, os portugueses avistavam pela primeira vez um pedaço de terra do Brasil. Lá do mar ele avistaram o Monte Pascoal, uma grande montanha que tem ali perto e assim chegaram até as margens da Praia do Cahy onde houve o primeiro contato com os índios. Por ser uma praia com ondas mais fortes as caravelas portuguesas comandadas por Cabral seguiram em frente até encontrarem um local mais calmo para aportar, onde hoje é Porto Seguro.

A natureza exuberante de Corumbau

A coisa mais fascinante daquele lugar é a forma com que a natureza é preservada. Alguns lugares estão quase da mesma forma de quando os portugueses chegaram e é uma das poucas regiões da Bahia onde ainda é possível encontrar Mata Atlântica virgem, além de muitos pássaros e outros lindos animais da região. Isso tudo creio que seja pelo difícil acesso por terra, o que torna o lugar bem exclusivo a visitações, logo, mais preservado.

As praias da região são de tirar o fôlego. São mais de 15km de praias desertas, daquelas que a areia é branquinha e a águas mornas com tons verde esmeralda que fazem um lindo contraste com o azul do céu. Coisa mais linda desse mundo! Ao chegar lá você esquece absolutamente de todos os problemas e perde toda conexão com a cidade grande. Um lugar para relaxar e passar o dia todo sem se cansar.

Mais a frente ainda há o Rio Corumbau, com suas águas escuras com tons avermelhados mas bem morinhas. Perto do encontro do Rio Corumbau com o mar, onde a água se divide em duas cores, há a Ponta do Corumbau, uma extensa faixa de areia que se estende mar a dentro e que quando a maré está baixa forma uma espécie de “passarela de areia” que vai em direção ao mar e você pode caminhar sobre ela.

Atividades ao ar livre

Para quem gosta de praticar alguma atividade ao ar livre e de preferênciaem contato da natureza não vai se decepcionar em Corumbau. Nos rios da região é possível andar de caiaque, stand up ou mesmo praticar um delicioso mergulho em suas águas mornas para observar os animais que vivem ali, como caranguejos vermelhos e peixes exóticos. Você também pode levar ou alugar alguma bicicleta e ir pedalando pela praia até a Barra do Cahy e algumas falácias da região. O pedal na praia só é possível quando a maré está baixa, por isso é preciso ver com o pessoal local qual é o melhor horário.

Quer algo mais além? Que tal fazer um mergulho nos recifes de corais? O mais famoso lá é o Recife Itacolomi que fica a mais ou menos uns 40 minutos de barco da Ponta do Corumbau. Lá é possível encontrar piscinas naturais, corais, além de muitos peixes coloridos e tartarugas. Tem também alguns barcos que vão até Abrolhos, mas são passeios de mais de 1 dia, pois o arquipélago fica um pouco mais longe. Mas o legal de estar lá no meio do mar é poder ver os 536 metros do Monte Pascoal e ter uma noção de como foi a perspectiva dos portugueses ao verem também.

Corumbau tem estrutura pra turismo?

Claro que tem! Apesar do difícil acesso (diga-se difícil pelo tempo de estrada até lá), o lugar conta com uma vila de pescadores que oferece o essencial para o turismo. Além de restaurantes e lojinhas de artesanato, o lugar também conta com pousadas e hotéis de alto padrão para tornar a viagem ainda mais perfeita, como é o caso do Hotel Vila Naiá onde eu fiquei. Recomendo muito!

Corumbau é um lugar fantástico e vale a pena uma visita para desfrutar de tudo que aquele lugar oferece. Gostaria de agradecer ao Hotel Vila Naiá e a B4T Assessoria por terem apoiado a minha passagem por essa linda região do Brasil.

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

10 motivos para ter paciência em aeroporto / avião

Próximo post

Tô Longe de Casa - Ep 08 - Corumbau, Brasil

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *