0
Shares
Pinterest Google+

Ao falarmos de belezas naturais o Brasil é um país campeão nesse tipo de cenário e um dos lugares que prova isso são as Cataratas do Iguaçu. Eu penso que todo brasileiro que se preze deveria conhecer as Cataratas do Iguaçu, então pra facilitar e ajudar quem ainda não conhece, eu vou mostrar pra você como é esse lugar!

Como comprar ingresso para as Cataratas do Iguaçu?

Existem duas formas de comprar os ingressos, através do site do parque ou na hora que você chegar lá, só que se você deixar pra comprar na hora provavelmente vai pegar uma fila gigantesca, o que pode atrasar o seu passeio. Eu comprei pela internet através do site do Parque Nacional do Iguaçu, lá eu fiz a minha reserva e no dia eu apenas troquei pelo ingresso em um guichê próprio para isso e sem filas. Quando fui o ingresso custava R$25,00 para brasileiros, hoje está custando R$31,20.

Como chegar as Cataratas do Iguaçu?

Tem muita gente que paga van particular pra chegar até o Parque Nacional do Iguaçu, que fica um pouco afastado de Foz, só que pouca gente sabe que sai um ônibus do TTU (Terminal de Transporte Urbano) no centro de Foz do Iguaçu e vai direto para o parque, tão direto que ele te desembarca praticamente na fila pra comprar o ingresso. A linha de ônibus é a 120-Parque Nacional, ela sai do centro de Foz, passa no Aeroporto, Parque das Aves e depois Parque Nacional, custa menos que R$3,00 e você pode conferir os horários clicando aqui! Acredite, vale a pena e é uma economia e tanto.

Cataratas do Iguaçu, o que fazer? Macuco Safari!

Após entrar no Parque Nacional do Iguaçu você vai embarcar um ônibus que vai te levar até aquelas famosas plataformas e trilhas pra você apreciar a paisagem, esse caminho é um pouco longo e no percurso ele vai parando em diversos pontos de passeios, são lugares que você pode fazer rapel, arvorismo, rafting e tantos outros, a pessoa que estiver afim pode descer do ônibus fazer o passeio e depois retornar ao ponto para esperar o próximo ônibus. Esses passeios não são inclusos no bilhete de entrada do parque, ou seja, tem que pagar por fora. O que eu fiz foi um dos mais procurados por lá, o Macuco Safari. Na época eu paguei R$120,00, hoje ele está custando R$179,00 e você pode comprar direto no site da empresa. Esse passeio é aquele que você entra no bote e ele te leva pra baixo das quedas d’água. No começo do passeio você embarca em um trenzinho elétrico que percorre uma trilha na mata e o guia vai explicando várias coisas sobre animais e plantas, depois é feita um pequena trilha de 800 metros até o ponto onde você encontra os botes para o passeio de barco sobe as Cataratas. O barco faz diversas manobras radicais e chega bem pertinho delas, ficar seco é impossível.

Qual lado visitas? Brasileiro ou Argentino?

Bom, primeiramente as Cataratas ficam na divisa do Brasil com a Argentina. O lugar conta com centenas de quedas d’água porém a maioria fica do lado argentino, no lado brasileiro estão apenas 3 quedas. Ai você me pergunta, “então é melhor visitar o lado argentino né?”, errado! No lado argentino você consegue chegar mais perto das quedas d’água, isso pelo fato da maioria estar desse lado, logo você não tem uma visão bacana. Já no lado brasileiro você tem toda uma visão panorâmica das quedas que estão no lado argentino, e ainda tem a possibilidade de chegar pertinho das 3 que ficam no nosso lado. Na minha opinião o lado brasileiro é melhor, mas vale também uma visita no lado argentino. Uma das vantagens do lado argentino, além de chegar pertinho da Garganta do Diabo é que a entrada lá é mais barata, porém o que você economiza de entrada você gasta com transporte até Puerto Iguazu. Essa é a minha opinião!

As Cataratas Brasileiras

Terminado o Macuco Safari você é levado até o ponto de ônibus onde vai aguardar o próximo chegar para você entrar, ele levara você até aquelas famosas plataformas para ver as cachoeiras de pertinho. Chegando no ponto final você vai iniciar uma caminhada nas trilhas e seus companheiros serão os Quatis, são muitos espalhados por lá. As trilhas são fantásticas e como a maior parte das quedas ficam do lado argentino quem visita o lado brasileiro tem toda uma visão panorâmica das cataratas. Simplesmente lindo, é muita água, passei quase o dia inteiro ali, filmando, tirando fotos e pedindo para os outros tirarem fotos para mim também, nem me dei conta do tempo passando. Parece pequeno, mas as trilhas são bem extensas e só no final você se dá conta do tanto que andou e da dor nas pernas.

Ali também rola uma lenda, diz que há muito tempo atrás, antes de existir as cataratas, os índios Guarani que viviam ali adoravam o Deus Tupã e seu filho M’boi, a ele era servido em sacrifício as mais belas virgens da aldeia, no dia em que a jovem Naípi iria ser morta o guerreiro Tarobá a sequestrou, os dois entraram num barquinho e seguiram rio abaixo, o filho de Tupã ficou furioso e entrou nas entranhas da terra e criou as cataratas para que os jovens caíssem, não satisfeito ele ainda transformou Naípi em uma rocha que ficaria na Garganta do Diabo e Tarobá em uma palmeira, desde então um arco-íris liga uma rocha a uma palmeira perto da Garganta do Diabo, completando assim o amor eterno entre os dois! Legal né?

As Cataratas do Iguaçu são realmente lindas e se você tiver a chance de conhecê-las um dia, por favor, vá! Espero que este post tenha sanado algumas dúvidas em relação ao lugar!

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

Promoção: Desafio 6.000 likes do Tô Longe de Casa

Próximo post

Cidades que você pensa que são capitais, mas na verdade não são!

28 Comments

  1. Francisco Alencar
    28 de março de 2014 at 16:16 — Responder

    Acho que tanbem merece destaque o Parque das aves, que lugar interessante. Ter levado minha familia as Cataratas e ao Parque sinto ter dado a eles uma oprtunidade de grecimento. Parabens por descrever tão bem a região.
    Francisco

    • 28 de março de 2014 at 17:53 — Responder

      Sim sim Francisco, o parque é demais mesmo, eu adorei! Vou escrever sobre ele em um post futuro!

  2. […] do Iguaçu no Paraná é de longe conhecido por suas belezas, tanto naturais como as Cataratas do Iguaçu como as artificiais como a Usina de Itaipu, mas um outro lugar e que é muito gostoso de se visitar […]

  3. Isabela Costa
    28 de agosto de 2014 at 08:24 — Responder

    Valeu, estava procurando exatamente um texto como o seu que dissesse qual o melhor lado para visitar as cataratas e ainda deu boas dicas. Com certeza aumentou a vontade de visitar as Cataratas.

    • 28 de agosto de 2014 at 13:04 — Responder

      Pois é Isabela, no lado argentino se chega mais perto delas, mas a visão do lado brasileiro é a melhor! Vai mesmo hein!

  4. 15 de setembro de 2014 at 12:29 — Responder

    […] pode me dizer onde fica esse endereço” eu conheci muita gente. Fiz metade do percurso das Cataratas acompanhado de uma coreana, em Itaipu eu conheci um brasileiro, fui ao Marco das Três Fronteiras […]

  5. Renata
    7 de outubro de 2014 at 22:56 — Responder

    ola, adorei suas dicas. Semana q vem estarei em Foz e fui comprar os ingressos para as cataratas e fiquei na dúvida, se compro integral ou brasileiro. Vc sabe a diferença? Obrigada.

    • 8 de outubro de 2014 at 00:25 — Responder

      Oi Renata! Se não me engano o integral é para estrangeiros. É porque lá tem 3 entradas diferentes, para estrangeiros, brasileiros e residentes de Foz do Iguaçu, se não me engano a que você deve comprar é a de Brasileiro. 😉

  6. Alarc
    24 de novembro de 2014 at 02:00 — Responder

    Oi Leonardo, muito boas as dicas!

    Gostaria de saber quanto tempo leva pra conhecer o lado brasileiro.
    E quanto ao lado argentino, quanto tempo leva se eu pretender conhecer as quedas e circuitos sem, no entanto, incluir o passeio de barco?
    Obrigada,

    • 24 de novembro de 2014 at 12:37 — Responder

      Oi Alarc! É necessário um dia inteiro para conhecer cada lado. O argentino é um pouco maior que o lado brasileiro.

  7. Mara Flores
    20 de março de 2015 at 21:42 — Responder

    Obrigada pelas dicas e lindas fotos, para quem tiver dúvidas quantos a que tipo de ingresso comprar para ver as cataratas do lado brasileiro é só entrar no https://www.cataratasdoiguacu.com.br/portal/vendas/vendaonline.aspx#tab-brasileiros.

  8. Adriana cecim
    25 de março de 2015 at 02:01 — Responder

    Olá, Leonardo, só tenho uma dúvida, se eu comprar o “ingresso brasileiro” só conheço o lado daqui? E o integral é pra conhecer os dois lados? É isso? Podes me explicar?
    Vou pra lá em outubro e gostaria de saber. Obrigada.

    Ah, adorei o post. É bom ir já sabendo um pouco. 🙂

    • 25 de março de 2015 at 11:50 — Responder

      Oi Adriana! O ingresso comprado do lado brasileiro dá direito a visitar apenas este lado. A diferença é que lá existem diversas opções de ingressos, como para estrangeiros, sul-americanos, brasileiros, residentes de Foz do Iguaçu, cada um com um preço diferente, mas todos apenas para o lado brasileiro. Para visitar o lado argentino é preciso atravessar a fronteira e comprar outra entrada lá. 😉

  9. 17 de agosto de 2015 at 15:34 — Responder

    Gracias mil por la GENEROSA informacion.
    Fuimos hace poco. Fue MARAVILLOSO. ejecutamos.. todos todsa las actividades.. desde helicptero. Paracaidismo. Macuco Safari. Macuco puerto bananeiras eco avebrura raffting y katak. Tus tips y atajos nos fueron mmmuuuy uútiles. GRACIAS.

  10. Dani
    3 de setembro de 2015 at 17:20 — Responder

    Me tira uma dúvida, o valor pago pra entrar no parque dá direito a visitar os dois lados? Ou pagamos para entrar no lado argentino? Estando do lado brasileiro, dá pra ir para o argentino sem precisar sair do parque ne?

    • 7 de setembro de 2015 at 14:10 — Responder

      Oi Dani! Não, são parques separados e as entradas são cobradas separadas também! 😉

      • Dani
        9 de setembro de 2015 at 16:44 — Responder

        Ah, ok! Pesquisei mais e vi esse “detalhe”. Mais uma coisa…se não for abusar…Dá pra ir do lado brasileiro para o argentino sem precisar voltar a Foz?

        • 9 de setembro de 2015 at 17:14 — Responder

          Oi Dani! Não tem como, mas a fronteira entre Argentina e Brasil fica no caminho entre Foz e as Cataratas, logo não é preciso voltar a cidade, mas tem que sair do parque, atravessar a fronteira e entrar no parque do lado argentino.

          • Dani
            24 de setembro de 2015 at 11:31

            Entendi, muito obrigada pelos esclarecimentos. Foram de muita utilidade!

  11. ANA PAULA
    26 de setembro de 2015 at 13:33 — Responder

    Oi, me esclarece por gentileza: após a entrada no parque a gente utiliza o onibus de dentro do parque pra conhecer os demais pontos turisticos, esse onibus esta incluso no preço do ingresso?

  12. 3 de novembro de 2015 at 22:55 — Responder

    Olá! Reservei um hotel em Foz do dia 19/12 à 21/12, irei com minha mae de 61 anos e meu filho de 04 anos. Adorei a dica do onibus. Quero fazer o Macuco Zafari. Pretendo leva-los para almoçar no restaurante do Parque, Vi que tem um parque de dinossauros, além da Itaipu e compras no paraguai. Será que posso fazer isso tudo de onibus? tem pacotes de passeio, mas aí não teremos muita liberdade com horarios, etc. Tu acha que vale à pena assistir o Luau? É uma viajem longa, levarei 12 horas até Foz. Não pretendo gastar dinheiro à toa. Obrigada desde já pela dica.

  13. […] Del Este vale atravessar a Ponte Internacional da Amizade e dar uma esticadinha até Foz do Iguaçu para ver as Cataratas, uma das 7 Maravilhas Naturais do Mundo. Apesar das fotos das quedas serem incríveis, é só indo […]

  14. […] Cataratas do Iguaçu não eram as únicas ali na região de Foz do Iguaçu. Na divisa entre o Brasil e o Paraguai […]

  15. Dênia
    15 de junho de 2016 at 10:48 — Responder

    Olá, Leonardo.

    Me tire uma dúvida. Você fez o passeio e a visita ao Parque todos no mesmo dia, ou você visitou e olhou tudo e depois retornou em um dia diferente para realizar o passeio? Desculpa se a pergunta pareceu boba. Abraços!

    • 20 de junho de 2016 at 14:07 — Responder

      Oi Dênia!! Fui nas Cataratas do lado brasileiro em um dia, no mesmo dia visitei o Parque das Aves, mas voltei depois para ver com mais calma!

  16. Natalia
    28 de setembro de 2016 at 19:59 — Responder

    Olá, Leonardo,
    Eu vou ter que fazer uma viagem com uma conexão no aeroporto de Foz de 10 longas horas. Por favor, poderia me dizer se é factível e se vale a pena aproveitar essa conexão para conhecer as cataratas (nem que seja uma parte)?

    • 4 de outubro de 2016 at 11:30 — Responder

      Oi Natália! Acho que vale sim! Se você encontrar algum lugar para deixar sua bagagem pode aproveitar e ir nas Cataratas, elas ficam pertinho do aeroporto e o ônibus que vai para lá passa no aeroporto também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *