Home»Dicas»Comprando ingressos para Machu Picchu em Cusco

Comprando ingressos para Machu Picchu em Cusco

0
Shares
Pinterest Google+

Bom, já relatei aqui no blog como ir a Machu Picchu gastando pouco e como é a visita a cidade inca, mas ainda não falei como se compra os ingressos pra lá, afinal sem eles você não entra.

Olha, eu vou relatar aqui como foi a minha experiência. Sei que existem vários meios para comprar esses ingressos, na internet, em agências de turismo e até aqui mesmo do Brasil, o que é um erro, pois sai caríssimo. Comprei os ingressos pra Machu Picchu diretamente em Cusco, não reservei nada na internet e nem contratei agência de turismo pra isso. Os comprei faltando 4 ou 5 dias pra minha visita e no ano do centenário do lugar, imagine como estava.

A primeira coisa que fiz quando cheguei em Cusco com meus amigos foi saber como comprar esse bendito ingresso, pois estava bem concorrido. Fui às agências Inca Rail e Peru Rail, ambas na Plaza de Armas, para saber se vendiam os ingresso, bom eles vendiam sim só que apenas no pacote com o trem e hospedagem em Aguas Calientes e super caro, ai não dava. Perguntamos a um guardinha e ele nos indicou um local perto da Plaza de Armas que vendia. Se não me engano lá era o Instituto Nacional de Cultura e fica na Calle San Bernardo. Só que lá descobrimos que apenas aceitava cartão de crédito e como apenas 1 pessoas do nosso grupo de 4 tinha levado cartão  de crédito, optamos por não comprar e procurar um outro local em que pudéssemos comprar todos juntos no dinheiro.

Comprando ingressos para Machu Picchu (1)

No dia seguinte, acordamos cedinho numa ressaca da noite e fomos procurar um outro local que nos indicaram e que os ingressos eram vendidos em dinheiro. Dessa vez fomos a Dirección Desconcentrada de Cultura de Cusco que ficava na Calle La Cultura. Chegando lá me deparei com uma fila quilométrica de pessoas, todas as nacionalidades estavam ali. Todas essas pessoas seguravam um papel, creio que era a tal reserva que tinha que fazer na internet e levar, eu não tinha feito isso mas continuei ali por mais 3 horas, de estômago vazio e com uma ressaca braba do dia anterior. Estavam chamando de 2 em 2 para entrar e a fila só aumentando, depois de um tempo já sem forças pra continuar ali começaram as brigas na fila por causa da demora. O clima ficou bem tenso e foi quando decidimos voltar ao Instituto de Cultura na Plaza de Armas para comprar todos os ingressos em apenas 1 cartão e depois acertar a dívida depois.

Voltando ao Instituto de Cultura descobrimos que os ingressos de Machu Picchu estavam esgotados e que restava apenas um outro, que incluía Machu Picchu e Mapi Montaña (que é uma outra trilha que tem lá) que custava 140,00 soles, não tinha jeito, ou era esse ou não era. Enfim, conseguimos comprar o bendito ingresso.

Comprando ingressos para Machu Picchu (2)

Beleza, ingresso na mão e nós partimos para Aguas Calientes. Já na cidade, um dia antes de subir a Machu Picchu tivemos que comprar o ticket do ônibus que leva lá em cima. Ele você compra no único terminal de ônibus de Aguas Calientes, para estrangeiros esse ticket sai por volta de U$15,00 Você tem duas opções pra subir, ou você vai com esse ônibus que é o único meio de transporte pra te levar lá, visto que carro nenhum chega a Aguas Calientes ou você vai a pé. Se escolher ir a pé eu aconselho acordar cedo, tipo umas 3 ou 4 da manhã e já começar a caminhada, uma subida punk. Se for de ônibus vale lembrar que o primeiro sai da estação às 5 da manhã e é bom já estar nele pra aproveitar o máximo de tempo lá em cima. Aproveite!

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

KLM e Heineken promovem a Volta ao Mundo.

Próximo post

Dave Panton e sua Kombi 72

5 Comments

  1. 18 de julho de 2014 at 22:39 — Responder

    […] A forma mochileira ao todo tem uma duração de 5 a 6 horas, você pode comprar passagens no terminal terrestre de Cusco até Santa Maria, daí você vai pegar um ônibus um tanto não confortável e depois de algumas horas nas loucas estradas peruanas você chegará até Santa Maria aonde pode pegar uma van até a Hidrelétrica, e lá encontrará uma trilha que levará até Águas Calientes. A vale lembrar que você já deve ter os bilhetes de entrada em mãos antes de chegar lá, confira aqui como comprá-los. […]

  2. Nina
    13 de abril de 2015 at 21:00 — Responder

    Leonardo, suas 2 postagens eram todas as que eu queria ver nesse mundo, mas ninguém tinha falado ainda, até hoje! Todo mundo enfeita, pega trem e tudo o mais, MAS NINGUÉM fala que é muito caro!
    Você foi nessa trilha Mapi Montaña??

    • 14 de abril de 2015 at 16:33 — Responder

      Então, meu bilhete me dava direito a ir em Mapi Montaña, mas no fim eu nem fui e nem sei onde esse trilha ficava lá! 😉

  3. Lara
    25 de maio de 2015 at 23:27 — Responder

    Oi Leonardo, tudo bem? Adorei seu relato de como ir para Machu Picchu de uma maneira econômica, porque putz ir de trem é absurdamente caro. Vou fazer um mochilão saindo de San Pedro de Atacama, passando por algumas cidades do Peru e indo até o Salar do Uyuni. Uma dúvida, quantos dias vc levou para subir e descer? Porque reservamos 4 dias para Cuzco/Aguas Calientes/Machu Picchu. Se nao der para fazer da forma economica vamos ter q ir no bendito trem…Obrigada!

    • 26 de maio de 2015 at 09:31 — Responder

      Oi Lara! Eu levei em torno de 6 dias. Na ida eu fiquei 2 dias em Cusco, 3 dias em Aguas Calientes sendo que o ultimo eu subi bem cedinho em MP e de la ja voltei para Cusco onde fiquei mais 1 dia. Pra fazer isso 4 dias sera bem apertado, pois as distancias sao grandes la!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *