Home»Histórias»Tina, a cadelinha alpinista!

Tina, a cadelinha alpinista!

0
Shares
Pinterest Google+

Recentemente postei aqui algumas fotos de cães aventureiros, bem legais porém uma me chamou a atenção, que era de um cachorrinho praticamente no cume de uma montanha, então resolvi pesquisar mais para descobri quem era ele!

E na verdade não se trada de um cãozinho mas sim de uma cadelinha chamada Tina. Bom a história disso tudo começa com Catalin Daniel, que participou de um concurso de fotos internacional e levou o primeiro lugar com a foto da cadelinha no cume de uma montanha, Daniel então decidiu contar como tudo aconteceu.

Tudo começou em 2006 quando Daniel e sua amiga Corina decidiram escalar o Arpasel – Vartopel nas Montanhas Fagaras da Romênia com 2.385 metros de altitude, por ser uma montanha muito inclinada e um local que neva muito, a escalada deve ser cuidadosamente planejada e executada pois há um grande risco de avalanches. Às 5 horas da manhã eles deixaram o Chalé no Lago Balea rumo a montanha, porém Daniel e Corina não estavam sozinhos, um cãozinho preto começou a segui-los. Daniel conta que ele era fascinado pelos bastões de caminhada e adorava mordê-los.

Tina - A cadelinha alpinista (2)

Daniel e Corina fizeram de tudo para a cadelinha voltar mas em vão, até pensaram que se não dessem atenção ela iria voltar, mas não foi o que aconteceu. Foi então que eles descobriram que Tina era da raça Cocker, tinha 5 meses e que pertencia há alguém que cuidava dos Cahlés Paltinu no Lago Balea. Mais um pouco subindo e eles se deparam com o nascer do sol e perceberam que Tina também apreciava o melhor nascer do sol com visão para o Lago Balea.

Tina - A cadelinha alpinista (3) Tina - A cadelinha alpinista (5)

Quando chegaram em um ponto de subida de 45º todo cuidado era pouco, pois havia muita neve e podia ocorrer uma avalanche a qualquer momento, a neve funda fazia com que Daniel e Corina afundassem por causa do seu peso, mas Tina era leve e se divertia com sua agilidade ali em cima. Eles aceleraram o passo, pois o sol estava no alto e a neve podia derreter causando algum acidente. Mais uma vez tentaram fazer com que Tina voltasse, mas a cadela tinha um gênio forte, então Daniel e Corina decidiram fazer dela o terceiro membro da equipe de escalada.

Tina - A cadelinha alpinista (6)

Eles prenderam Tina na corda de apoio como uma verdadeira alpinista e continuaram até o cume, que era como uma lâmina em algumas partes, mas a cadelinha aguentou firme. Chegando no cume eles fizeram um lanche com petiscos que haviam levado nas mochilas e mais tarde se preparam para descer, Tina já estava cansada mas continuou. Quando a noite começou a cair eles se preparam para descer uma parte de Rapel, uns 40 metros, Tina foi dentro da jaqueta de Daniel bem quietinha.

Tina - A cadelinha alpinista (7) Tina - A cadelinha alpinista (8) Tina - A cadelinha alpinista (9)

Chegando no chão firme eles caminharam por mais 1 hora até voltarem para o Chalé, chegando lá eles encontraram a dona de Tina muito preocupada, mas depois Daniel disse que ela foi a companheira de escalada ao Arpasel naquele dia, sua dona ficou muito orgulhosa da valentia de sua cadelinha. Eles ainda cuidaram de Tina por um tempo até se despedirem!

Tina - A cadelinha alpinista (10)

Para Daniel, Tina fez com que sua escalada fosse lembrada para sempre em sua memória!

Fonte: Pobega Blog

Comente pelo Facebook

comentários

Post anterior

As misteriosas Linhas de Nasca

Próximo post

Hora de arrumar a mochila!

1 Comment

  1. 2 de setembro de 2013 at 20:12 — Responder

    Essa cachorrinha não apareceu por acaso. Linda a história!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *